X-men no trailer de OS ETERNOS?

Atualizado: Ago 23

O segundo trailer de Eternals pode ter explicado secretamente como os mutantes podem entrar no MCU.

O trailer de Eternals pode ter acabado de mostrar a criação de mutantes no Universo Cinematográfico Marvel, introduzindo os X-Men do MCU. É apenas uma questão de tempo antes que os mutantes se tornem parte do MCU. Já estamos carecas como o Professor Xavier de saber que, quando a Disney adquiriu a maior parte do império de cinema e TV da Fox, os direitos do filme sobre os X-Men e o Quarteto Fantástico voltaram para o Marvel Studios.

Kevin Feige insiste há muito tempo que a Marvel se concentrará em primeiro adaptar os futuros personagens X-Men "não marcantes".


"Não são apenas os nomes das marcas, sabe", ele insistiu em uma entrevista em janeiro de 2019. "Existem centenas de nomes nesses documentos, nesses acordos."

Desde então, uma série de personagens e conceitos menos conhecidos fortemente associados com os X-Men foram tecidos no tecido do MCU. WandaVision apresentou a SWORD, uma organização dedicada a proteger a Terra de ameaças extraterrestres em potencial - fortemente associada aos X-Men e atualmente administrada por mutantes nos quadrinhos. A corrupta nação insular de Madripoor fez sua estreia MCU em The Falcon & the Winter Soldier , um país fora dos Acordos de Sokovia que havia sido o lar da fugitiva Sharon Carter por algum tempo. E nos quadrinhos, Ursa Maior, interpretado por Olivier Richters em Black Widow, é um mutante.


Claro, tudo isso não significa que os próprios mutantes tenham aparecido no MCU ainda. De fato, a afirmação de que Ursa Maior é o primeiro mutante a aparecer é capenga, porque ele certamente não tinha a capacidade do personagem dos quadrinhos de se transformar em um urso gigante em Viúva Negra . A verdadeira questão não é como personagens e conceitos não marcantes de X-Men serão tecidos no MCU, mas sim como os mutantes serão. O segundo trailer dos Eternals pode ter fornecido uma pista importante.


A Terra pode ser uma espécie de retrocesso galáctico, mas se tornou o centro de muitos eventos cósmicos importantes no MCU. Várias das Pedras do Infinito foram escondidas na Terra ou em Reinos vinculados a este planeta e, consequentemente, tornou-se a parada final de Thanos em sua busca para coletar todas as Pedras do Infinito e apagar metade das criaturas vivas do universo.


De acordo com Rocket em Vingadores: Ultimato: "Quando Thanos estalou os dedos, a Terra se tornou o marco zero para uma onda de energia de proporções ridiculamente cósmicas." Cinco anos depois, os Vingadores reuniram as Pedras do Infinito novamente - desta vez usando a viagem no tempo - e o Hulk reverteu as ações de Thanos reproduzindo um estalar de dedos semelhante. E é aí que o segundo trailer de Os Eterno sugere ter havido uma oscilação de energia associada que teria sido ainda maior.

Na verdade, isso faz todo o sentido, porque a ação do Hulk foi uma reversão da entropia no sistema fechado que é o universo - o que significa que seria naturalmente mais difícil de fazer.


O segundo trailer de Eternals revelou que o estalar de dedos do Hulk levou ao que eles chamam de "Despertar" , um evento que parece estar deformando a própria estrutura da realidade, arriscando a destruição de todo o planeta. Não está totalmente claro o que é "Despetar"; embora tenha havido especulação de que está envolvido com os Deviants ou - mais provavelmente - verá o retorno dos Celestiais de alguma forma. Mas isso não significa que toda a energia envolvida na explosão do Hulk foi absorvida pelo Despetar.

Uma tomada no trailer de Os Eternos mostra a energia cósmica ondulando por toda a superfície da Terra e é uma reminiscência de alguns retratos de uma onda semelhante de poder de deformação da realidade que aconteceu nos quadrinhos. Evento House of M da Marvel Comics viu a Feiticeira Escarlate reescrever a realidade desativando quase todos os genes X do planeta, essencialmente cometendo um ato de genocídio ao exterminar toda a raça mutante. Mas vários escritores perceberam que havia uma pergunta perturbadora que precisava ser respondida, a saber: para onde foi toda essa energia?


Bem, eles forneceram uma série de respostas através do surgimento de alguns mutantes adormecidos aparecendo, como Vulcano. E outros seres superpoderosos de grande impacto acabaram sendo criados nessa onda. Na verdade, essa foi uma resposta bastante irônica, dado que o quase genocídio da raça mutante foi pensado não porque a história pedia, mas porque a os editores da Marvel acreditavam que havia muitos personagens mutantes em seus quadrinhos e que isso estava gerando um caos editorial.


Anos depois, o feitiço da Bruxa Escarlate foi desfeito pela Força Fênix em Vingadores vs. Vingadores. Evento X-Men, com uma explosão de poder semelhante em todo o planeta.


A Marvel poderia muito bem escolher usar uma ideia semelhante, revelando que a explosão de energia cósmica associada com o estalo do Hulk, ou talvez até mesmo esse misterioso Despertar em si, desencadeia uma mutação genética em um fragmento da população da Terra. Isso permitiria que eles introduzissem mutantes X-Men no MCU de uma só vez, e certamente faria de Os Eternos o filme mais importante no MCU na Fase 4 até agora - um com repercussões duradouras em todo o universo compartilhado.

Como essa teoria se encaixa na linha do tempo MCU? A Marvel Studios está pulando na linha do tempo impunemente. Eternals acontece logo após Vingadores: Ultimato, por exemplo, o que significa que pode vir antes de Falcão e o Soldado Invernal, e certamente precede Homem-Aranha: Longe de Casa, que se passa um ano depois do estalar de dedos do Hulk. Sendo esse o caso, os mutantes já não teriam sido mencionados em algum lugar?


Surpreendentemente, porém, a ausência de qualquer referência a mutantes em filmes e programas de TV depois de Eternals é na verdade fácil de explicar. Como O Falcão e o Soldado Invernal deixou claro, o período de cinco anos entre o estalo de Thanos e o Hulk viu a humanidade se estabelecer em um novo status quo. O retorno de todos os que haviam sido perdidos resultou em outro período dramático de reajustamento, com os Estados-nação tornando-se importantes novamente e o antigo status quo gradualmente se reafirmando.


O surgimento de um punhado de pessoas com superpoderes passaria facilmente despercebido no caos geopolítico que se seguiu ao que a Marvel chama de "Blip", especialmente se - como nos quadrinhos - o gene X inicialmente se manifestar em apenas um pequeno número de pessoas, com os mutantes se tornando mais numerosos com o passar do tempo. Assim, o trailer de Eternals poderia muito bem ter mostrado a origem dos mutantes no MCU, começando uma história lenta que se desenvolverá ao longo do tempo e, por fim, levará à introdução dos X-Men do MCU.




3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo