CARRIE, A ESTRANHA (filme de 1976)

Atualizado: Jun 26

Carrie, é um clássico. (ponto)

Carrega o ar de inocência assustadora dos filmes de horror da década de 1970: a tensão está em todo canto, do começo ao fim, permeada de momentos de paz desejada, mais que vivida, mas extremamente frágil. Você sabe que aquele minuto de relaxamento em que Carrie se entrega a si mesma no chuveiro do ginásio não terá um bom fim.


É um minuto bonito, delicado, mas triste e angustiante.

Carrie é a história de uma adolescente criada por uma mãe mentalmente desequilibrada e cristã fundamentalista ao extremo, peseguida pelas colegas de escola por ser feia e desajustada e que... descobre de repente ter o poder de mover as coisas com a mente.

A melhor cena do filme de Brian de Palma é o momento em que Carrie e Tommy caminham pelo salão, em direção ao palco.

Ele remete à cena do chuveiro e nos apresenta um mundo delicado, mágico, esperançoso.

Mas sabemos que não é assim. Sabemos com o tudo termina. Sabemos que não temos o direito àquela felicidade.


Quando adolescentes, nós nos colocamos no lugar de Carrie, carregados de nossas incertezas e nossas inseguranças. Adultos, olhamos para trás e nos perguntamos: e se na verdade estivéssemos no salão, rindo da menina suja de sangue no palco?

E você? Onde você estava?



#livros #suspense #literatura #dicasdeleitura #stephenking #filmedeterror #sobrenatural #horror #carrie

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo